domingo, 25 de agosto de 2013

Capitulo 21: O Casamento

Hoje... Hoje é o meu casamento. Zac quando voltou de viagem e não fala mais comigo... Absolutamente nada só na frente de paparazzi ou as pessoas que não sabem da historia do contrato. 
Passei o dia em um quarto de hotel, na verdade foi alugado o andar completo do hotel, para não ter nenhuma foto de paparazzi's. No quarto só entraram mulheres. Stella, Starla, minha mãe e Ash. 

Gina: Você esta tão linda... Nunca pensei que fosse ver você assim tão cedo.

Quem derá se meu noivo tivesse falando comigo.

V: Eu quero ligar pro Zac. Saber onde ele ta.

Ash: O grude, para com isso. Zac ta na igreja com os convidados. E deve estar fazendo o Dylan por a gravata. 

Stell: Ele diz que a gravata enforca ele.

Nos ultimos dias antes do casamento, fiquei feliz em ver nos jornais e na TV que Zac e Dylan estavam saindo bastante. Eles foram a praia.




Stella babou de mais no dia em que viu as fotos na TV, mas ela disfarçou bem na frente dos nossos pais. 

Eles tambem foram a jogos de basquete. 





Eles se parecem muito... É incrivel.

Stell: Ta na hora... Vamos pra limosine?

V: Só vamos nós?

Stell: É , mamãe e sua sogra ja foram. Agora nós duas. Falou com Zac?

V: Não. Eu liguei mas ele deu pro Dylan atender. 

Stell: Liga do meu pra ele.

Peguei o cel de Stella e liguei pro numero de Zac.

Zac: Stella aconteceu alguma com a Vanessa?

V: Eu to bem.

Zac: Vanessa...

V: Não desliga e nem passa pra ninguém. Por favor... Eu prciso falar com você, como vamos casar assim Zac? VocÊ nem olha na minha cara.

Zac: Você fez oque fez sabendo oque eu penso sobre aquilo. Fez mesmo assim. Foi sua escolha. 

V: EU NÃO O CHAMEI PRA ALMOÇAR COMIGO ZACHARY. Sera que da pra me ouvir uma vez?

Zac: Não grita.

V: Eu estava almoçando com a Stella e ele apareceu. E almoçou com a gente mas eu não o chamei. Depois Stella pediu pra ele ir la em casa pra levar aquele móvel pra fora de la. Ele foi e me ajudou não aconteceu nada de mais Zac. Eu juro.

Zac: Isso não explica o jeito como vocês estavam agarrados na frente do seu prédio Vanessa.

V: Meu Deus foi um abraço. Eu o conheço desde quando eu nem sabia falar direito Zac. Eu o abracei, por que ele me pediu. Confia em mim... Eu confiei em você. 

Zac: Eu confio em você. Só não confio nele.

V: Não precisa confiar nele, só confie em mim quando digo que te amo e que eu jamais faria isso. E você não deve confiar em mim só por que eu to pedindo e sim por que você sabe ai no fundo que eu não seria capaz daquilo.

Zac: Olha... Só vem logo pra cá ta? 

V: Ta eu já vou sair daqui. 

Ele desligou.

Stella: Isso foram as pazes?

V: Talvez não... Vamos logo.

Stella: É eu arrumo essa sua maquiagem no caminho.

Descemos e entramos na limousine.

Stella: Você o ama né?

V: Amo.

Stella: Com amor tudo é mais difícil... É oque dizem.

V: E você e o Dylan?

Stella: Ótimos, na verdade preciso te contar uma coisa mas... Sei la não sei.

V: Diz.

Stella: Dylan e eu... Hã...

V: Stella.

Stella: é...

V: Eu não acredito nisso. Você tem 16 anos. Eu tenho 22.

Stella: Eu o amo. Como você ama o Zac. Eu também esperei por isso.

V: Quando eu tinha 16 eu também amava alguém.

Stella: Eu já me apaixonei antes mas com o Dylan é diferente... Você sabe disso.

V: Tudo bem... Não vou brigar com você. Eu sei oque eu senti e sei que você esta mais do que feliz agora, então eu também estou.

Ela me abraçou e eu a apertei forte.

Stella: É bom você estar com uma bela lingerie por baixo do vestido por que eu ajudei a preparar o quarto da lua de mel de vocês.

V: Do jeito que meu relacionamento com Zac esta... Não vamos precisar dele. 

Chegamos na igreja, onde seria celebrado o casamento. Desci do carro e sim, fora da igreja estava cheio de paparazzi's. De relance vi Dylan se aproximar da gente. Ele me deu um beijo na bochecha e logo foi para perto de Stella.

V: Nossa, nunca pensei que veria você de gravata. Esta tão lindo.


Ele corou na hora e tentou se esconder. 


Stella e Dylan entraram na igreja e então senti alguém colocar a mão nas minhas costas.
 Era meu pai.

Greg: Certeza de que queres fazer isto?

V: Eu o amo Pai.

Greg: Você esta linda.

Meu Vestido era assim:

Pdv-Zac.

Stella e Dylan entraram na igreja e alguns segundos depois ouvi a musica da noiva a tocar, a porta se abriu. 

Como ela conseguiu ficar ainda mais bonita?

Vanessa entrou na igreja com passos lentos... Bom não sei se os passos estão sendo lentos ou to vendo em câmera lenta. Ela olhava diretamente pra mim e eu juro que... Eu não sou tão bom assim pra ela. Vanessa é incrível, sensacional. Ela olhava diretamente pra mim, Diretamente nos meus olhos e me segurei para não corar ali.


Eles chegaram mais perto e eu andei em direção dela. E Greg me deu um abraço e em seguida apertou minha mão.

Greg:  Cuida dela direito.

Zac: Sim senhor.

Ele pegou na mão de Vanessa e me entregou. Olhei pra ela se tornou impossível não sorrir. Minha morena estava tão linda.



Eu queria simplesmente beijá-la. 

Ela me mandou aquele sorriso perfeito que somente ela tem.


 Demos alguns passos segurando um na mão do outro até chegar ao Pastor que ia fazer a cerimonia... E nossa esse cara fala de mais. Por que não vai logo pra parte do Beijos. Toda vez que eu respirava fundo ou fechava os olhos Vanessa apertava minha mão. 

Pastor/Padre: Zachary David Alexader Efron, você aceita Vanessa Anne Hudgens como sua legitima esposa? 

Zac: Aceito.

Pastor/ Padre: Promete amá-la e respeitá-la, na saúde e na doença, na felicidade e na tristeza, na riqueza ou na pobreza até que a morte os separe?

Zac: prometo.

Dylan me entregou a Aliança de Vanessa. 

Pastor/Padre: Vanessa Anne Hudgens, Você aceita Zachary David Alexander Efron como legitimo esposo?

Diz que sim...

V: Aceito.

Pastor/Padre: Promete amá-lo e respeitá-lo, na saúde e na doença, na felicidade e na tristeza, na riqueza ou na pobreza até que a morte os separe?

V: prometo.

Stella entregou a minha aliança a Vanessa. Me virei para ela e peguei a mão dela. 

Zac: Eu te amo.

Falei baixo, só pra ela ouvir. Peguei o dedo dela e coloquei a aliança. Ela olhou pra mim e sorriu, vi na cara dela que estava se segurando pra chorar. Ela pegou minha mão.

V: Eu te amo muito mais.

Ela colocou a aliança no meu dedo e não tirei os olhos dela.

Pastor/ Padre: Agora o noivo pode beijar a noiva.

Áe, chegou a hora que eu queria. Que saudade dessa boca dela. Passei semanas sem beijá-la.


Naquele beijo tinha saudade, desejo e amor. Mas tive que me aguentar pra não levar aquilo mais alem na frente de tanta gente.

Saímos da igreja com todos aplaudindo e ai a porta de abriu e passamos por ela. Entramos na limousine o mais rápido que deu. Mas era quase impossível enxergar a limousine com tantos flash's.

V: Ja me desculpou?

Olhei pra ela e ri. 

Zac: Se preocupa tanto com isso?

V: É... Eu te amo tanto e você ta bravo comigo.

Zac: Não to não. Agora me beija por que agora, você pequena, é minha esposa.

Ela deu o sorriso mais sincero que ja vi dela. E me beijou.

Capitulo 20: Stella/ Austin/ Vanessa

Passei dois dias ali com Zac, e tive que voltar a L.A. Zac me levou até o aeroporto e eu embarquei. Consegui dormir um pouco e quando acordei ja estávamos pousando. Quando pousamos, desembarquei e peguei minhas bagagens e liguei para Ashley. Ela me encontrou e fomos pra casa.

V: Cade Stella?

Ash: Furiosa comigo...

V: Oque aconteceu? Eu só passei 3 dias fora.

Ash: Ok. No segundo dia que você tava fora... Tava chovendo, era de madrugada ja e ai eu acordei e fui no quarto dela ver se tava tudo bem... Ela não tava la. Liguei pra ela e ela desligou, liguei pro Dylan e ele desligou, eles tavam juntos. Ela chegou de manha e tentou entrar de mansinho mas eu vi e disse a ela que contaria a você. E ela nao tem falado comigo.

V: Ela foi dormir com ele? Eu sinceramente não conheço mais a Stella, desde que ela começou a namorar ela ta diferente. 

Ash: Acho que a culpa é sua.

V: Oque? Mas eu tava bem longe dela como foi culpa minha?

Ash: Culpa sua por que desde que VOCÊ começou a amar o Zac, você deixou ela de lado. Você dormia com ele todos os dias. Lembra da noite das garotas? Você ficou com ele no telefone e ela me contou ta. Ela desabafou comigo Vanessa. Você a esqueceu. Você sabe que ela gosta de dormir com você por que ele tem aquele medo desde quando era pequena.

V: Não é que ela tem medo. Ela só não gosta de dormir sozinha. Mas ela tem 16 anos Ash.

Ash: Nossa eu sei mais da Stella do que você. Ela dorme com você segurando sua mão por que quando ela tinha 5 anos de idade ela viu um filme de alienígenas e desde os 5 anos ela tem medo que eles peguem você enquanto ela ta dormindo. Por isso ela segura sua mão. Por que pra ela quando pegarem você ou se você se mexer ou passar mal ela vai acordar pra ajudar. Você tem que ver que ela tem os meus atos desde os 5 anos, ela ainda dorme contigo segurando sua mão, mas é por que ela tem medo de perder você. Mas ela nunca pensou que você largaria ela.

Ta.. Ouvir tudo aquilo da Ash ja iria doer muito, e ainda mais sobre Stella... Eu fiquei quieta o resto do caminho.

Ash: Ou você para com isso e vê que ela tem 16 anos mas ainda precisa de você, ou vai perdê-la e não terá volta.

Ela parou o carro e olhei pra janela, vi que estava em casa e abri a porta. Peguei minhas bagagens e entrei no prédio, mas antes Ash gritou.

Ash: Depois me liga pra contar da primeira vez, mas só quando se acertar com a Stella. Aliás, duvido que ela estará ai. 

Balancei a cabeça que sim e entrei. Esperei o elevador e entrei. Quando ele parou no andar eu tirei as bagagens e abri a porta com a chave. Não vi Stella. Entrei com as bagagens e subi as escadas. Entrei no quarto de Stella e fui até o closet e entrei na sala de balé de Stella, mas ela não estava la. Fui até meu quarto, abri a porta e a vi dormindo na minha cama. Tirei minha roupa de vagar e coloquei meu pijama, prendi o cabelo e deitei do lado dela. 

Stell: Por que ja voltou? E não diga que foi por saudades de mim por que não foi... Aposto que quando estava la com seu namoradinho, nem pensou em mim... Choveu bastante aqui sabia?

V: Eu sinto muito por ter chovido e eu não estar aqui. Eu sinto muito por ter te deixado de lado. Você que eu te ao Stella e é claro que eu senti sua falta. Você é minha irmã caçula.

Stell: Oque você fala e oque você faz é tão.. opostos um do outro.

V: Eu sei, eu errei, e errei feio. Eu to arrependida e quero seu perdão e tambem prometo que isso não vai mais acontecer.

Stell: Eu fugi da Ash e dormi no Dylan.

V: Eu soube disso. Por que?

Stell: Tava chovendo...

V: Por que não dormiu com a Ash?

Stell: O Jar tava lá... Assim como quando eu vim aqui diversas vezes e você tava dormindo com o Zac.

V: Desculpa. 

Stell: Ta... Só não entra no nosso cantinho.

V: Por que?

Stell: Quebrei muita coisa la.

V: Nossa você me odiou por 3 dias?

Eu levantei da cama e fui até o closet e entrei no cantinho e... Muitos quadros quebrados... Espelhos. 

Stell: Eu entrei aqui achando que ia ter seu cheiro e que ia me sentir perto de você, mas... Aqui só piorou... Eu vi todas as fotos, os videos. Tudo e... Vi que talvez nunca mais fosse ser assim. Olha isso:

Ela pegou um album digital e me deu. Tava passando varias fotos nossas.








V: Nós sempre seremos assim... Eu te juro. E a gente pode por o Zac pra dormir com o Dylan e ai você dorme comigo.

Stell: Boa ideia. 

V: Nunca pensei que você teria ciumes do Zac.

Stell: Não é cumes. Você é minha e ele que se vire. Só isso. Me conta como foi la.

Contei tudo pra ela enquanto arrumávamos as coisas do nosso cantinho, recolhemos os vidros quebrados, depois nos trocamos e fomos almoçar. Ouvi uma voz muito bem conhecida vindo de traz de mim.

Austin: Vanessa?

Olhei pra trás.

V: Austin... Não sabia que ainda estava em L.A.

Austin: Vou pra Paris daqui um mês apenas. Vi você no jornal com o Zac. Não sabia que ja tinha voltado.

V: Cheguei hoje de manha.

Austin: Oi pequena estrela. Você ta bem?

Stella: Oi Grandão kk. Eu to indo e você?

Austin: To triste.

V: por que?

Austin: Uma morena ai, disse que ia marcar de sairmos pra matar a saudade e conversar, e olha... Não recebi ligação.

V: Eu to muito oculpada ultimamente.

Austin: Pois eu vou almoçar com vocês por que se não... 

Stella: Se tem oportunidade aproveite por que até eu to abandonada.

V: Gente o casamento é em menos de um mês.

Austin: Ta bom. 

Fizemos os pedidos e realmente Austin almoçou com a gente... Tomara que nenhum paparazzi nos flagre juntos... Zac ia me matar.

Terminamos de almoçar e Austin não me deixou pagar a conta, ele pagou e saímos do restaurante, e pro meu azar, tinha sim paparazzi's.

V: Ow Merda... 

Stella: Bem feito.


Austin: Que foi? O noivo bravinho num vai gostar de me ver aqui?

V: Nem um pouco... 

Stella: Eu até vou atraz pra parecer que eu fiquei de vela o tempo todo.

V: Stella eu te mato quando chegarmos em casa.

Stella: Austin você vai com a gente. Tem uma peça de móvel la em casa que eu quero mandar pro espaço faz tempo mas não conseguimos por pra fora. Você vai por.

Austin: Estou vendo que serei abusado hoje.

Entramos no carro, eu e Stella e Austin nos seguiu no dele. Quando chegamos no estacionamento do prédio, parei o carro e Austin parou o dele ao lado do meu.

Austin: Ja liguei pra um cara e ele vai trazer o caminhão. 

V: Ta. Vamos la.

Subimos e sobrou pra mim empurrar com Austin até o elevador. Descemos até o térreo e empurramos até o lado de fora e o caminhão ja estava la. E empurramos para dentro do caminhão e pro meu azar. Tinha paparazzi's


Depois tomamos sorvete la em casa e a noite austin foi embora. Desci com ele e dei tchau.

Austin: Não vai me abraçar? Só por causa dos paparazzi's?

V: Austin...

Austin: Sou seu melhor amigo... Vem aqui.

Fui até ele e ele em encostou no carro dele e me abraçou.


Austin: Eu senti sua falta. 

V: Tambem senti a sua. Vê se não some tanto tempo.

Austin: Pode deixar.

Ele entrou no carro e eu entrei pro prédio. Ouvi o carro dele sair e eu subi pelas escadas mesmo... Zac vai ficar muito bravo...

sábado, 24 de agosto de 2013

Capitulo 19: Minha primeira vez.

Vanessa colocou a cabeça no meu ombro e fechou os olhos por um tempo.


Zac: Tudo bem?

V: É.. Eu to bem, só pensando.

Zac: Pensando no que?

V: Umas coisas, que aconteceu na noite das garotas la em casa depois que você viajou.

Zac: Quer me dizer oque foi?

Nossos pedidos chegaram mas ela somente segurou minha mão e olhou nos meus olhos.

V: Você me ama? Mesmo Zac?

Zac: Eu te amo. Mais do que já amei qualquer mulher, se é oque eu já tive no passado antes foi amor, por que comparado ao que sinto por você... Não da nem pra considerar um sentimento. Mas por que você ta perguntando isto princesa? 

V: Por nada... Só preciso decidir uma coisa, nada de mais. Vamos comer?

Zac: Ta bom.

Jantamos e eu até tentei ela fazer ri e consegui um pouco mas não muito, ela estava tensa. Quando segurava minha mão ela chegava a suar, e quando me beijava dava pra ver que ela ficava inquieta. Quando terminamos de jantar ela quis voltar pra casa então fomos, mas antes de entrarmos no quarto de hotel eu a parei.

Zac: Ok, me diz oque aconteceu.

V: Nada.

Zac: Você ta estranha a noite toda.

V: Eu decidi uma coisa, mas vamos entrar primeiro.

Zac: Ta.

Abri a porta do quarto e ela segurou minha mão, entrou me primeiro me levando logo atraz dela.

Zac: Agora me conta, oque aconteceu?

V: Eu preciso ligar pras meninas... Antes de dizer.

Zac: Ta me deixando mais preoculpado.

Ela pegou o telefone e entrou no banheiro. Encostei o ouvido na porta para ouvir oque era.

V: Ash? Stell ta com você?... Preciso falar com as duas... To aqui no quarto do hotel... Eu to com medo Gente... Mas eu quero... Sim. Eu vou desligar. Tchau. Amanha ligo.

Corri pra cama, me joguei e liguei a tv E fingi que estava vendo. Ela saiu do banheiro e ai eu abaixei o volume.

Zac: Vai me dizer agora?

V: Não bem algo que eu tenha que falar.

Zac: ... Você ta me confundindo muito hoje.

Ela sentou nos pés da cama e ficou calada só nos seus pensamentos. Ai ela riu e me olhou.

Zac: Amor, acho que vou te mandar pra rehab, sou tão gostoso que você ficou doente.

V: kk Acho que é ao contrário meu amor...

Ela subiu em cima de mim e ficou sentada em cima da minha cintura... Ah seu eu fosse ela eu não faria isso... Eu não to bem em auto controle hoje. Mas ok. Respira Zac.

Zac: Oque ta fazendo?

V: Testando algo.

Zac: Não gosto de testes. 

Ela se inclinou e mordeu minha boca... Jesus oque essa menina quer de mim? Ai ela começou a beijar meu pescoço. Ai ela resolveu falar baixo e rouco no meu ouvido. 


V: Se não gosta de testes, encare como uma experiência.

Oque aconteceu com a minha noiva? Que voz sexy é essa meu Deus...

Zac:Vanessa...

V: Diz.

Zac: Mais alguma coisinha e eu não vou fazer questão de me segurar... Serio.

Ela riu baixo.

V: Até que fim entendeu onde eu quero chegar.

Zac: Serio?

Era olhou nos meus olhos e balançou a cabeça que sim, ai segurou meu pescoço e me rodou na cama, me fazendo ficar em cima dela e então me beijou.
Isso é serio? Ela quer ter a primeira vez comigo?

PdV- Vanessa. 

Zac ainda ficou alguns segundos me olhando bem nos olhos parecendo querendo ter certeza de tudo. E ai ele começou a me beijar, desceu os beijos até meu pescoço.

pdv Zac

Eu tava mordendo o pescoço dela quando senti as mãos dela por baixo da minha blusa, ela foi subindo minha blusa aos poucos até chegar aos meus braços, fiquei de joelho na cama, por cima dela e tirei minha blusa. Olhei pra ela e ela soltou um sorriso tímido  voltei a deitar por cima dela e a beijei.

Zac: Você tem mesmo certeza amor? Não tem volta.

V: Eu quero ter minha primeira vez, com o homem que eu amo e que vou em casar. E eu só tive tanta certeza assim na vida, quando eu disse que te amo, antes de vim viajar. Eu esperei todo esse tempo, pra ter este momento único com alguém que eu amasse, e eu te amo. E eu sei que é o certo a se fazer.

Zac: Não ta com nem um pouco de medo?

V: Depende, todo meu medo, de qualquer coisa some quando olho pra essas safiras lindas que você tem estampadas no seu rosto.

Zac: Que você comprou com 5 reais.

V: Que eu comprei com 5 reais kk... Eu te amo Zac.

Zac: Eu te amo Vanessa.

  Continuamos nos beijando e alguns minutos depois eu estava deitado por cima dela somente de cueca e Vanessa estava de sutian e calcinha. Eu bem que tentei dar umas olhadas mas ela ia ficar com muita vergonha se percebe-se. 
  Girei com ela a deixando por cima de mim. Ela encostou a cabeça no meu pescoço.

V: Não sinto minhas pernas...

Zac: Eu sou bom meu amor...

V: Convencido. 

Coloquei as mãos nas costas dela  e abri o sutiã dela, desci as alças pelos ombros dela e ela se afastou um pouco de mim para que o sutiã saísse, e o peguei e o joguei para o chão junto com as outras roupas. 

PdV Vanessa. 

Ele deitou por cima de mim e sem tirar os olhos de mim, ele tirou devagar minha calcinha e logo a vi parar no chão, por perto das outras roupas. Ele deitou por cima de mim de novo e beijou meu pescoço e estava descendo os beijo ai eu coloquei  as mãos nos cabelos dele e o puxei de volta. O beijei e arranhei de leve as costas dele, Desci minhas mãos pelo peitoral dele, pela barriga até chegar na borda da cueca dele. Ele não tirava os olhos dos meus e eu também não tirei os olhos dos dele. Abaixei a cueca dele até onde eu alcançava e ai ele mesmo fez o resto. Ele se levantou, tirou as cuecas e eu me segurei ao máximo para não olhar mas não dava então disfarcei e olhei enquanto puxava o lençol para cobrir a gente. Ele deitou comigo de novo. E eu o beijei, ele correspondeu e e ai ficou por cima de mim.

Zac: Te amo.

V: Eu te amo.

Ele me beijou e ...

Pdv- Zac

Eu a beijei e durante o beijo, coloquei as mãos nas coxas de Vanessa, minhas mãos estavam geladas e ela mordeu minha boca com o contato. Abri as pernas dela e coloquei as pernas dela envolta de mim. Nossos corpos ficaram mais perto um do outro e senti nossas partes intimas se tocarem. Abri os olhos para ver a reação de Vanessa. e a vi morder o lábio inferior. 

Pdv- Vanessa. 

Eu o senti me penetrar devagar e admito que de primeira doeu. Mas logo em seguida eu já não sentia mais nenhuma dor, e se sentia... Bom, o prazer tava tão maior que eu não tava nem ai pra dor. Abraçei o pescoço dele com força, eu estava sentindo que ia explodir se não me aliviasse. Ele ia devagar e parecia que era de propósito para me deixar sem folego. Eu sentia exatamente cada milimetro dele e era impossível me segurar. Segurei o lençol da cama com tanta força que eu tive medo de rasgá-lo. Aos poucos ele aumentou o ritmo. 

Pouco tempo depois senti meu corpo todo ficar rígido e contraído  Eu queria morder ele pra ver se isso me aliviava mas com tudo que eu to sentindo, eu o faria sangrar.
Ele colocou a mão nas minhas costas e me levantou e então eu puxei todo ar que pude pois sabia oque estava a chegar em seguida. E então eu senti ele nos unir com um pouco mais de força e completamente. Não consegui segurar o gemido e acabou escapando um gemido no ouvido dele. e o ouvi soltar um gemido baixo e rouco no meu ouvido... Tínhamos chegado ao clímax juntos. Aos poucos ele me deitou de volta na cama e senti o corpo dele sobre o meu. O abracei e ficamos assim por um tempo, até termos força o suficiente para nos mover. E de leve ele saiu de dentro de mim, e isso tirou um gemido baixo de nós dois. Sorri pra ele e ele deitou ao meu lado. Coloquei a cabeça no peito dele e senti aqueles braços fortes em minha volta e ali, do jeito que eu gosto de estar com ele, eu adormeci.

Capitulo 18: Surpresa.

Faz 2 dias que Zac viajou e Ashley inventou de fazer a noite da garotas, por segundo ela, só uma doce de chocolate quente seguido de sorvete e um pouco de Ashley podia me animar.

Eram 11h da noite. Estava Eu, Ashley e Stella, no meu ap. Vendo filme quando meu celular tocou.

Ashley atendeu.

Ash: Oi Zac... Como assim eu e Vanessa dançamos bem?

V: Deixa eu falar com ele Ash.

Ela me deu o celular.

V: Oi amor.

Zac: Oi morena. Ja soube do video?

V: Que video?

Zac: Seu e da Ash dançando enfrente a um espelho. Caiu na net hoje a noite. Acho que umas 8h. Eu dei a entrevista hoje pra TV e la eles me mostraram. 

V: Não eu não sabia. Mas como eles conseguiram nosso video?

Zac: Ah eles conseguem... Tava bem sexy...

V: Meu Deus eu preciso ver isto.

Zac: Vou mandar no seu e-mail.

V: Tta bom.

Zac: Mais tarde te ligo, to com saudades. Te amo.

V: Te amo.

Desliguei e ligeui logo o notbook.

V: Lembra que gravamos o final das aulas de dança? Pois um dos videos nosso dançando ta na internet.

Ash: Só nós temos.

V: Parece que não.

Abri meu e-mail e recebi o e-mail de Zac.


Pdv Zac.

Cheguei da entrevista com a Tv, liguei pra Van e ela nem sabia do Video. Liguei pra ela de novo quando ja tinha tomado banho. Dormi após a ligação, acordei no outro dia e segui para a empresa Efron's filial. Cheguei em casa a noite, liguei pra Vanessa.

V: Oi olhos azuis.

Zac: Ou olhos castanhos.

V: Ja vai dormir amor?

Zac: Não cheguei agora, vou jantar tomar banho e dormir. Como foi a noite das meninas de ontem?

V: Ótima... Quando você for dormir vai me ligar?

Zac: Claro vida. Quer que eu ligue só mais tarde? Esta oculpada?

V: Não amor. Só quero ouvir sua voz antes de dormir. 

Ficamos nos falando por mais um tempo e eu Fui tomar banho e me trocar e jantar. Revi mais algumas papeladas e depois tornei a ligar pra ela. Ela me desejou boa noite e Ficamos falando até eu dormir. Acordei com o despertador tocando. Desliguei e tomei um susto.

V: Nossa até que fim desligou isso.

Zac: Vanessa? Ainda ta no telefone?

Peguei o celular e tirei do auto-falante e coloquei no ouvido.

V: Claro que to amor, nem dormi esperando você acordar, queria desejar bom dia e ouvir você sua respiração.

Zac: Serio isso? kk nem da pra acreditar que passou a noite toda me ouvindo dormir princesa. Você é tão fofa.

V: Volta logo olhos azuis. Por favor.

Zac: Falta mais de uma semana ainda pequena...

V: Então... Até la eu acho que você deveria abrir a porta.

Zac: Abrir a porta?

V: Sim, do seu quarto de hotel.

Zac: Ta mas, oque você esta aprontando?

V: Surpresa.

Levantei e abri a porta e me deparei com a coisa mais linda desse mundo.
Minha morena.

Zac: Nossa. 

V: Ja que você não pode voltar, eu vim. 

Zac: Eu te amo, mas e o casamento?

V: Olha... Seja oque Deus quiser, Ta na mão da Ash e de nossas mães...

Zac: Não sendo tudo rosa, por mim tudo bem.

V: Agora chega de papo e me beija por que to com muita saudade dos meus olhos azuis.

Beijei ela e a pequei no colo e levei até a cama, deitei com ela por cima de mim.

Zac: Não me lembro de você ter comprado meus olhos para serem seus.

V: comprei. Com 5 reais.

Zac: Tava barato hein.

V: Liquidação amor.

Zac: Ainda não to acreditando que você ta aqui comigo?

V: Ah vou te fazer acreditar.

Olhei pra ela tipo, "como assim?" e ela escondeu o riso.

V: Segredo.  Mas não agora, por que agora preciso dormir por que passei a noite toda ouvindo você.

Zac: Eu não ronquei não amor?

V: Não príncipe. 

Ela se ajeitou no meu colo e fiquei fazendo carinho nela até que ela dormiu. Olhei no relógio e tinha uma reunião em uma hora. Me desvincilhei dela com cuidado e tomei banho, me troquei e dei um beijo na testa da minha princesa.
Peguei minhas coisas e sai. Mandei uma mensagem para o celular dela quando parei para comprar café, dizendo que voltava o mais rápido pra que ela me provasse que era real ela estar ali. Tive a reunião e estava voltando para minha sala. Abri a porta e vi Vanessa.

Zac: Amor.

V: Oie. Essa cadeira não gira como a outra.

Zac: kk vou arranjar outra que gire pra ti ta bom? Mas por que veio pra cá?

V: Por que eu acordei, vi a mensagem, comi e vi que estava mesmo muito necessitada de você ainda e eu não gosto de esperar ai eu cheguei aqui e a sua secretaria me reconheceu e me deixou entrar.

Zac: Você nem dormiu direito pequena.

Eu cheguei até a cadeira e ela se levantou para que eu sentasse e logo se sentou no meu colo.

V: A saudade é tanto que meu sono se foi rápido.

Zac: Admito que estou ansioso para você me provar.

Ela olhou pra mim com um sorriso de canto meio peralta.

V: A noite olhos azuis... Se segure até la.


 Senti meus boxes ficarem apertados em coisa de segundos, respirei fundo e tentei esconder para que vanessa não percebesse, ela não ia gostar, mas tava impossível. 
Peguei alguns papeis e disse que ia entregar pra uma pessoa, ela se levantou e usei eles para esconder e sai da sala. Fui até o banheiro.

(...) Ja era a noite, eu e Vanessa estávamos a caminho do restaurante para jantarmos. 
Estava só esperando Vanessa terminar de se arrumar. 

V: Pronto.

Olhei pra ela e sinceramente não sei como eu dei a sorte desta morena aceitar casar comigo viu...

Zac: Você ta linda.

V: Você é lindo.

Zac: Não, é o efeito dos meus olhos que você comprou por 5 reais. 

V: kk Ok. Vamos?

Zac: Vamos. 

Descemos até a entrada do Hotel. Pedi ao choffer que trouxesse meu carro e em alguns minutos ele voltou com meu carro, abri a porta para vanessa e ela entrou. Dei a volta e entrei. Dirigi até o restaurante, parei o carro entreguei a chave e abri a porta e dei minha mão a ela. Ela pegou e desceu do carro, entramos no restaurante e nos sentamos em uma mesa mais reservada. Fizemos os pedidos e enquanto esperavamos






Capitulo 17: Eu te amo.

Passou algumas semanas desde que Zac, Stella e Dylan se acertaram. Dormi na casa de Zac esta noite, e isto tem acontecido bastante. Todas as noites passamos juntos. Exceto uma em que ele saiu muito tarde da empresa. Mas exceto esta vez, ou eu dormia na casa dele, ou ele na minha. 

Acordei e ele ainda estava dormindo, com os braços me envolvendo de forma acolhedora, fiquei parada por um tempo olhando ele... Acho que o amo de verdade. Oque vou fazer quando nos casarmos e passar um ano e ele me entregar os papeis do divórcio? Eu o amo, e se ele não me amar e quiser se divorciar? Por que afinal, eu não admiti que ele se encontrasse com outras mulheres e por tanto a gente ta meio que junto. Mas... Sera que ele é capaz de se apaixonar por mim?


Deu um selinho nele e ele começou a acordar.


Zac: Que bom acordar assim.


Ele abriu os olhos... Meu Deus toda vez que olho pra esses olhos, sinto como se estivesse me afogando em alto mar... 


V: Bom dia.


Zac: Bom dia.


Ele me deu um pequeno beijo. e me abraçou. O senti beijar meu pescoço.


Zac: Não quero nem pensar em ter que passar uns dias sem acordar contigo.


V: Por que tem que viajar?


Zac: Pra resolver algumas coisas da empresa. Vou ver as filiais de alguns locais que vão ser inauguradas e fazer a papelada do casamento. Ta bem perto.


V: É, eu to tão nervosa que estão tendo que fazer muito ajustes no vestido. To perdendo peso.


Zac: Pois trate de comer se não, vamos casar no hospital.


Eu ri e ele se levantou. 


Foi até o banheiro escovar os dentes.


V: Não esquece de fazer a barba. 


Zac: Pode deixar.


Eu tomei banho ali mesmo no banheiro enquanto Zzac fazia a barba, o box era escuro então não fiquei com vergonha e tirei a roupa por dentro do box.


Zac: Amor.


Ele bateu de leve no box.


V: Oi.


Zac: Vou descer pra pedir a Maria o café da manha. Oque vai querer?


V: Torradas e suco de morango.


Zac: Só isso Vanessa?


V: Não estou com apetite mesmo. Por favor.


Abri um pouco o box e coloquei a cabeça pra fora. E fiz biquinho.


Zac: E se eu te der panquecas?


V: Na boca?


Zac: Sim.


V: Posso até comer um pouco.


Zac: Ta bom. Vou descer.


V: Ja pegou as malas?


Zac: La em baixo.


V: Ta bom, ja saio, rapidinho.


Zac:  Ok.


Ele desceu e eu terminei meu banho. Me troquei, prendi o cabelo e desci. O café da manha estava pronto e Maria estava colocando a mesa, eu a ajudei.


V: Cade Zac?


Maria: No telefone. Esta la fora.


V: Vou la.


Chamei Zac e ele deu um sinal de que já iria. Voltei para a mesa e me sentei. Logo em seguida ele chegou e se sentou ao meu cabelo.


V: Problemas?


Zac: Alguns. Vou ter que dar uma entrevista para TV enquanto tiver la.


V: Ta parecendo que trocamos de lugar, agora é você que ta com medo das câmeras.


Zac: Não é medo. É que vão ficar perguntando da minha morena e eu vou ficar com mais saudades.


Pdv Zac.


Roubei um beijo dela e ela me empurrou. A puxei pro meu colo e ela começou a cortar a panqueca. Fiquei olhando pra ela... Nossa como vou sentir saudades dessa pequena... Duas semanas longe dela ja virou uma década e eu ainda nem viajei.


Comemos juntos a panqueca e ai chegou a hora de me despedir dela...


V: Serio que você tem que ir?


Zac: Eu preciso. Por que não vem junto?


V: Tenho que ver as coisas do casamento com a minha e a sua mãe, elas tão me sufocando.


Zac: Tenta relaxa. E coma direito. Promete?


V: Prometo. Me abraça.


Abraçei minha pequena o mais apertado que eu podia, mas não podia machucá-la. 


Zac: Vou sentir sua falta.


V: Vou te ligar sempre ta? 


Zac: Ta bom.


Dei o ultimo beijo nela e peguei a chave do carro e quando estava entrando no carro.


V: Zac.


Zac: Oi amor.


V: Talvez eu não devesse dizer, mas -Ela riu- Eu te amo.




Ouvi aquilo mesmo? Minha morena me disse que me ama?


Zac: Repete?


V: Eu te amo.


Zac: Eu te amo.


Eu fechei o carro e voltei pra perto dela, levantei ela do chão em um abraço e a rodei,




V: Para amor... Serio... Você tem que ir, Me liga quando chegar la ta?


Roubei mais uns 3 beijos daquela boca perfeita e tive mesmo que ir, ia me atrasar. 

Fiz o check-in e entrei no avião. Logo depois ele decolou, liguei o notebook, e assim que liguei apareceu a foto dela, de quando fizemos o ensaio junto.






Capitulo 16: Se acertando

Pdv Vanessa.

Zac: Desde que me entendo por gente, minha mãe sempre esteve machucada.

V: Como assim?

Zac: Meu pai batia nela, mas só descobri isso depois. Minha mãe tava gravida, e eu tava dormindo no quarto e acordei com um barulho, eu sai da cama, eu tinha uns 8 anos. E eu vi minha mãe caída no fim da escada, eu desci pra ver oque tinha acontecido com ela. E vi meu pai la em cima. E ele desceu com uma tesoura na mão... Ele ia machucar mais ela. Eu entrei na frente, ele me machucou e foi ai que consegui a cicatriz na barriga. Eu tava sangrando e ele ainda conseguiu acertar minha mãe na barriga, ai eu machuquei o pé dele e ele saiu... Liguei pra ambulância, eles levaram ela, levei uns pontos na barriga e ela ficou no hospital até o Dylan nascer. Por sorte ele ficou bem. Ele deixou de nos atormentar por um tempo, mas voltou uma vez... Eu tinha 16 anos, me levou pra empresa e disse que eu teria que ir la todos os dias se não ele tentaria mais um vez matar o Dylan... Eu amo meu irmão. Então... Se eu tivesse que fazer tudo de novo eu faria. Só quero a empresa pra tirar das mãos dele. 

V: Por que você não conta tudo ao Dylan?

Zac: Ele não me da a chance, e mesmo assim, ia querer se vingar e ia sair machucado.

V: Por que seu pai não ta preso?

Zac: Dinheiro. Poder. Chegamos...

Ele desceu e abriu a porta pra mim, segurei na mão dele e entramos.
A gente sentou no sofá. E ele fechou os olhos...

Zac: Vou tomar banho no quarto de hóspedes, pode tomar la no meu.

V: Não, toma primeiro, depois eu tomo.

Zac: Certeza?

V: Sim, você ta mais cansado, vai la.

Zac: Ta bom.

Ele me deu um selinho e subiu. Esperei um pouco e fui pro quarto de hóspedes, tomei banho , me troquei no banheiro mesmo e quando sai vi Zac sentado na cama do quarto de hóspedes.

Zac: Por que?

V: Por que, se eu esperasse você tomar banho pra eu tomar o meu, você iria dormir e eu não ia te acordar, pra gente dormir junto. E eu sei que você não gosta de tomar banho ou dormir fora do seu cantinho.

Zac: Como ja sabe isto sobre mim?

V: Sei muita coisa meu amor. 

Zac: Vamos?

V: Vamos.

Fomos para o quarto e deitamos na cama.

V: Por que não gosta do Austin?

Zac: Vi como ele olhava pra você... Ele estava te comendo com os olhos. 

V: E você também.

Zac: Eu posso somos noivos. 

V: Eu e ele somos amigos ta? Confia em mim.

Zac: Ta bom.

Coloquei a cabeça no peito dele e recebi um leve beijo na testa e fechei meus olhos, relaxei e ali acabei dormindo.
Acordei, e desta vez quando abri os olhos ele ainda estava la, dormindo feito um anjo, levantei com cuidado e peguei o celular dele, procurei nos contatos o numero do Dylan e liguei pra ele.

Dylan: Alô.

V: Dylan? É a Vanessa.

Dylan: Aconteceu alguma coisa com a Stella?

V: Não, mas preciso falar com você, é serio. Pode me encontrar na six em uma hora?

Dylan:  Claro.

V: Ok bye.

Tomei banho, me troquei, deixei um bilhete para Zac, peguei o carro dele e fui para a Six. Quando cheguei, Dylan ja estava la. Fui para perto dele e nos sentamos em uma mesa. Fizemos os pedidos.

Dylan: Então. Oque aconteceu?

V: Você e Zac.

Dylan: A não...

V: Você não sabe a historia toda.

Dylan: É da minha vida que você esta falando. 

V: Zac me contou a versão dele... 

Contei tudo ao Dylan.

V: Eu acredito que seja verdade, mas se você não acredita, fale com sua mãe e ai vai saber a verdade. Pergunte se o seu pai batia nela.

Dylan: Eu sei que sim. Até hoje faz isto, quando não estou em casa.

Dylan foi comigo até a casa de Zac. E enquanto ele guardava o capacete eu entrei. Zac estava jogando videogame na sala.

V: Cheguei.

Zac: Oi amor. 

Ele pausou e virou pra mim, e congelou ali mesmo.



Zac: Dylan.

Dylan: Podemos conversar?

Zac: Claro.


Eles subiram as escadas e eu sentei no sofá e liguei a TV.

Meu celular começou a tocar e era Stella.

V: Oi Stell.

Stella: Me tira daqui.

V: To indo.

Peguei o carro de Zac e fui até a casa dos meus pais. Deixei o carro aberto, e as portas abertas, bati na porta, ela abriu e corremos pro carro e eu arranquei o mais rapido que pude.

Stell: Eles não virão.

V: Otimo.

Stell: por que me deixou ir com ele? E que carro é esse?

V: Do Zac. E se você foi com eles é por que tava de frescurinha e aliás moça, você deve desculpas ao Zac.

Stell: E por que?

V: Sobre ontem. Você ficou julgando ele e nem sabia das coisas, ele me contou, eu falei com o Dylan e ele ta la na casa do Zac fazendo as pases. Vamos la e você vai falar com ele.

Stell: Quero ir pra casa trocar de roupa e tirar este cheiro de incenso de mim. Falo com Zac pelo telefone.

V: Não, vamos pra casa, você vai tomar banho, por outra roupa e vamos la.

Chegamos no nosso apartamento, Subimos, peguei algumas roupas para deixar na casa de Zac para imprevistos e assim que Stella ficou pronta, seguimos para a casa de Zac.

Quando chegamos la os dois estavam na sala vendo um jogo na tv.

V: Voltei e trouxe a Stella.

Stella ja foi logo se sentar perto de Dylan, e eles deram um selinho rapido, é estranho ver Stella, pra mim ela ainda parece tão pequena, quando chove ela corre pra dormir comigo ainda. E as vezes, quando vemos filmes de ficção, tipo alienígenas ou coisas assim, ela dorme segurando minha mão. Me deitei no sofá com a cabeça no colo de Zac, ele se curvou e me deu um beijo na bochecha. e disse baixinho no meu ouvido. 

Zac: Obrigado.

Sorri pra ele e recebi o sorriso dele de volta.



quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Capitulo 15: Festa de noivado/ Melhor amigo de infância/ Ciumes.

Zac parou o carro em frente a casa dos pais dele e logo o carro foi cercado pelos paparazzi's.

Zac desceu primeiro e os seguranças abriram espaço. 

Ele abriu a porta para Stella primeiro e logo vi Dylan buscar ela. Zac abriu minha porta e pegou na minha mão?

Zac: Pronta?

V: To morrendo de vergonha.

Zac: Tem um tapete vermelho, vamos ter que passar la e pousar pra fotos ta?

V: Juntos ne?

Zac: Relaxa.

Segurei na mão dele e sai do carro. 

Os flash's vieram em cheio, escondi o rosto no braço de Zac ate chegarmos ao tapete vermelho. 

Pdv Zac.

Antes de chegarmos ao tapete uma jornalista, parou a gente para fazer algumas perguntas. 

Jornalista: Como foi que esta relação saiu de algo secreto e se tornou assim tão pulblico exatamente no momento em que Zac Precisava disto?

V: Ja estávamos pensando em casamento, mas sabíamos que assim que isso ficasse publico, assim que todos soubessem iam nos sufocar, oque tem acontecido nos últimos dias desde que a imprensa descobriu. Mas a empresa é algo realmente importante para ele, Nos amamos e já queríamos nos casar então, por que não agora?

Jornalista: Vanessa...

V: Olha, na saída, quando a festa acabar se der eu respondo a pergunta de todos vocês, mas agora, nossos convidados ja chegaram e precisamos passar pelo Red Carpet ainda. 

Continuamos andando e chegamos no Red Carpet.

Eu fui primeiro.

Olhei pra ela... Nossa, eu sou muito sortudo, será que em algum lugar no mundo existe uma mulher tão incrivel quanto ela? Ou será que só eu sou privilegiado dela?



Chamei ela e ela veio pra perto de mim.



Pousamos para mais fotos juntos.







Saimos do Red Carpet e entramos na casa dos meus pais. Assim que entramos e as portas se fecharam. Todos os olhos voltaram para gente. 

... 

Pdv Vanessa.

Algumas hors de festa ja se passaram, a maioria da minha familia estava la, mas nem todos. Conheci a família de Zac, mas acabei me perdendo do próprio no meio de tanta gente. Eu estava andando procurando pelo Zac até que alguém tampou meus olhos.

V: Zac?

Xxx: Quase. Tenta de novo.

V: Eu conheço essa voz. Austin.

Eu mesmo.

Ele destampou meus olhos, E eu me virei pra ele.

V: Meu Deus quanto tempo Austin.

Austin: Desde os 15 anos.

V: Olha só... Você ta bonito. E alto.

Austin: Você ta muito linda, só num ta alta né.

V: Engraçadinho...

Zac: Vanessa...

V: Oi. Zac esse é o Austin. Austin, meu noivo, Zac.

Zac: Oi.

Austin: Cuida direito da pequena hein cara.

Zac: Eu sei oque faço.

V: Então, Austin é meu melhor amigo, desde os meus 3 anos de idade eu acho. 

Austin: Talvez menos. 

V: Nossa, eu tenha tanta coisa pra te falar.

Austin: Eu não acredito que não recebi o convite da festa de noivado.

V: Eu não sabia do seu paradeiro a anos.

Austin: Ashley me trouxe. Ela disse que este é seu presente de casamento.

V: Ainda bem que ela fez isso, to com tanta saudade.

Abraçei ele. Era tão bom ter meu melhor amigo de volta. Um melhor amigo homem, substitui milhares de amigas, exceto Ashley. 

Zac: Vanessa.

Olhei pro Zac.

V: Oque foi?

Zac: Temos outros convidados. Temos coisas pra fazer, vamos por favor?

Austin: Relaxa cara, é festa de Noivado, vão brigar logo hoje?

Zac: Acho melhor você não se meter.

V: Chega vocês dois. Meu noivo e meu melhor amigo, vocês tinham que ser dar bem.

Zac: Podemos ir?

V: Claro. Austin não vai embora sem falar comigo ta bom?

Austin: Claro.

Zac me pegou pela mão e me levou até um lugar onde não tinha ninguém.

V: Oque foi aquilo Zac? Ciumes?

Zac: Eu não tenho ciumes, e acho que isso vai até contra o nosso contrato. Oque foi aquilo Vanessa?

V: Ele é meu melhor amigo de infância e eu não o vejo a anos, eu tenho saudades dele.

Zac: Você ja namoraram?

V: Ja tivemos um rolo mas já faz tempo. Não tem nada haver.

Zac: Esse cara não devia estar aqui. Não sei oque eé mais não fui com a cara dele.

V: É ciumes meu amor, se acostume ta? Por que eu não vou deixar de ver e falar com meu melhor amigo por ciumes bobo seu.

Sai andando, Até Starla me pegar e me levar para sentar em uma mesa onde tinha ela, minha mãe, algumas tias minha e algumas irmãs de Stella.

V: Algo errado?

Starla: Estávamos falando do casamento e me ocorreu que não discutimos da Lua de mel. Vocês pretendem ir pra onde?

V: Não sei, eu e Zac não falamos disto ainda, eu vou buscá-lo.

Levantei e procurei Zac, achei ele falando com alguns homens.

V: Zac.

Zac: Oi, algo errado?

Ele pediu licença e veio para perto de mim.

V: Sua mãe quer falar de lua de mel comigo.

Zac: kk, eu ja resolvi isto. Diga a ela.

V: E pra onde vamos?

Zac: Segredo meu amor, tenho uma surpresa pra você. Você sua mãe e minha mãe vão planejar tudo do casamento, minha opnião nem foi pedida, eu quero planejar algo. Então, eu decidi a lua de mel.

V: Mas eu preciso fazer as malas.

Zac: Ashley vai fazer.

V: Ela sabe pra onde vamos?

Zac: Não mas depois eu conto pra ela. Olha, daqui a pouco vai ter o jantar.

V: Ta bom... Meus pés estão me matando.

Zac: Vamos sentar um pouco.

Fomos até nossa mesa e sentamos, coloquei minha cabeça no ombro dele.

Zac: Eu to morrendo de sono.

V: Sera que vão achar ruim se os noivos saírem da festa de noivado?

Zac: Só oque eu sei é que eu quero deitar numa cama, não importa qual cama com você do meu lado e dormir até meio dia mais ou menos.

V: Depois comer ... Lasanha ou pizza.

Zac: Como você não é gorda?

V: Eu faço pilates, academia, Ballet de vez em quando com a Stella e danço muito. 

Zac: Disso eu não sabia.

Conversamos mais um pouco e fomos para o jantar. Todos se sentaram a uma mesa gigante, me sentei ao lado de Zac, Austin estava um pouco distante de mim mas me mandou uma piscada. Juro que ouvi Zac dizer algum palavrão e belisquei a coxa dele.

Zac: Para com isso que dói.

V: Pare de implicar com o Austin.

Zac: Tenho motivos e razão.

O jantar foi servido e todos comeram, E um tempo depois todos foram embora, ficou meus pais, Austin, Stella, Dylan, Os pais de Zac, eu e ele. 

Zac: Vai dormir na minha casa?

V: Ah eu não sei... Você não pode dormir lá em casa? Ou então se acertar com a Stella?

Zac: Deixa pra lá ta?

V: Ta bravo?

Mexi no cabelo dele.

Zac: Não, não to bravo... Só queria dormir com você.

V: De qualquer forma, você vai ter que se acertar com minha irmã. E pra isto, precisa se acertar com o Dylan.

Zac: Ele me odeia tanto.

V: Me conta como foi que aconteceu isto?

Zac:  Vamo la pro quarto?

V: Vamos nos despedir do pessoal.

Zac: Menos do Austin.

V: Para com isso.



Nos despedimos do pessoal e por fim Stella foi pra casa da minha mãe. Quando saímos  os paparazzi's ainda estavam la. Respondemos a pergunta de todos e saímos para o carro do Zac, entramos no carro e fomos para a casa dele.

V: Me conta.